Blog dos Advogados
STJ LIBERA REVISÃO DA VIDA TODA

Em votação unânime, nesta quarta-feira (11/12/2019), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os aposentados têm direito a Revisão da Vida Toda (ou da Vida Inteira).


Com a decisão todos os aposentados terão direito a aproveitar no cálculo do benefício as contribuições previdenciárias anteriores a julho de 1994, o que pode resultar em um enorme acréscimo no valor da renda mensal.


Nos já havíamos tratado do tema anteriormente em nosso blog, mas agora a decisão favorável é proveniente de um Tribunal Superior, o que praticamente garante o sucesso da revisão.


Todos os aposentados que contam com contribuições anteriores a julho de 1994 que não foram consideradas no cálculo podem fazer jus a revisão, que deve ser requerida judicialmente.


Não deixe de conferir seu caso entrando em contato imediatamente com uma de nossas unidades para verificarmos a possibilidade de aumento de seu benefício com a Revisão da Vida Toda.



Fale com a TCM Advocacia

São Paulo: (11) 3101-3426 / 3101-0622
Sorocaba: (15) 3346-7228 / 3346-7237
WhatsApp: (15) 98169-1932

Comentários
Existem 3 comentários para esta publicação.
Joao Batista Santos
Boa noite, Para fazer a revisão do cálculo da aposentadoria vida inteira, que documentos serão necessários e qual o custo?
Em resposta a Joao Batista Santos

Bom dia Sr. João Batista Santos


Agradecemos o contato,


enviaremos um e-mail para maiores esclarecimentos.

Deolinda leao da silva
Gostaria de fazer uma revisão da vida toda para saber se eu tenho direito aguardo contato obg
Em resposta a Deolinda leao da silva

Boa tarde Sra. Deolinda


Agradecemos o contato,


enviaremos um e-mail para maiores esclarecimentos.

Vânia de Freitas Andrade
A revisão da vida toda também é possível para auxílio doença? Os meus maiores rendimentos foram antes de 1995, recebia 10 salários mínimos em média. Fiquei desempregada e doente, daí os rendimentos diminuíram muito. Eu estive em auxílio doença de 2004 a 2016 no pente fino. Entre recebimento de benefícios e altas foram 10 anos. Tenho 29 anos de contribuição e 55 de idade. Atualmente estou muito doente, tenho Lúpus Eritrematoso Sistêmico, depressão, tromboses, pressão alta entre outras, e claro que com diversos indeferimentos do INSS. Faz 3 anos que quem me sustenta em tudo é a minha irmã. Inclusive ela está pagando o meu INSS como facultativo sobre 1 salário mínimo. Se tudo der certo e eu estiver viva me aposentarei em 2021 pela regra de 88 pontos. Sei que tem prazo de 10 anos, mas dentro do possível eu gostaria ao menos acertar os salários do auxílio doença uma vez que eles contarão para o cálculo do benefício e receber algum atrasado. Por favor ajude-me, eu sou sozinha e, nescessito muito de advogados competentes e honestos como vocês. Grata,
Em resposta a Vânia de Freitas Andrade

Boa tarde Sra. Vânia 


Agradecemos o contato,


 enviaremos um e-mail para maiores esclarecimentos.

Adicionar um comentário
Fale Conosco por WhatsApp